Depoimento Rosa Carmina Couto

Achei instigante propor aos alunos gravar um vídeo para falar sobre o impacto do curso Formação em Esquizoanálise em nossas vidas. Como acho que me comunico melhor escrevendo, preferi escrever sobre porque participar do curso tem sido importante pra mim.

Primeiramente, gostaria de esclarecer que aprofundar o meu conhecimento sobre o pensamento deleuziano era um projeto antigo. E por várias razões eu não havia realizado ainda este projeto: falta de tempo, não havia encontrado interlocutores, etc. Já conhecia alguns trabalhos do Fuganti.

Porém em 2018, comecei a fazer alguns cursos na Escola Nômade de Filosofia: a) Método para Rir dos Maus Encontros, b) Curso de leitura sobre “Assim falou Zaratustra”. E Eis que o Fuganti apresenta a proposta do curso sobre Formação em Esquizoanálise/2018.

No primeiro momento, achei que não era pra mim, pois nunca pretendi ser esquizoanalista. Porém, assistindo as aulas do Curso de Introdução à Esquizoanálise pelo Fuganti, a proposta me tocou profundamente. Com a idéia de que a Esquizoanálise é a análise do desejo e não da psiquê; não era apenas uma clínica mas um estilo de vida, ético e estético e um combate a desqualificação e ao rebaixamento da vida que estamos submetidos. Ou seja, uma prática clínica libertária, revolucionária do desejo.

Então embarquei nessa viagem com dois objetivos: me aproximar do pensamento de Deleuze e me qualificar para ser uma aliada da vida forte.

Durante este percurso percebi que surgiu uma linha de salubridade na minha vida e um enriquecimento intelectual e existencial. Sempre valorizei a minha saúde, orgânica e mental. Através do conhecimento dos fundamentos da Esquizoanálise fui descobrindo como poderia desmontar os mecanismos de sabotamento e opressão que estava submetida pela máquina social (família, religião, Estado, etc).

Os resultados são gratificantes: me sinto mais saudável, afirmativa e passei a acreditar na vida forte, na vida libertária como obra de arte e tenho procurado tocar as pessoas para se aproximarem do pensamento nômade como alternativa existencial.

Quero ressaltar a generosidade do Fuganti pois ele passa da hora estipulada dos cursos e dá muitos bônus em cursos para @s [email protected] Tem sido uma honra conviver com o Fuganti ( mesmo que virtualmente!!). Obrigada por você compartilhar a filosofia nômade.

Beijos
Rosa Carmina Couto